História

 

Os desbravadores da região Espinhaço Meridional onde hoje se situa o município foram bandeirantes paulistas, chefiados por Fernão Dias Paes Leme, que fundaram inicialmente um núcleo de abastecimento da bandeira, pousos de repouso de tropas e lugar de levantamento dos mantimentos. De ponto de abastecimento de víveres, passou a pequeno arraial de mineradores.

O desenvolvimento da cultura cafeeira e a possibilidade de se extrair e exportar minérios de ferro, abundantes na região, provocaram a construção do ramal do Paraopeba da Estrada de Ferro Central do Brasil, fazendo nascer e desenvolver o povoado, com a chegada de trabalhadores e imigrantes estrangeiros. Começou assim o povoado a tomar aspectos de uma pequena cidade, já com um pequeno comércio estabelecido, várias moradias e uma população fixa de tamanho razoável.

O topônimo Brumadinho foi dado à Estação construída no lugar e tem origem na derivação do nome do povoado mais próximo, Brumado e Paraopeba.

Gentílico: brumadinhense


Formação Administrativa

 

Distrito criado com a denominação de Brumado do Paraopeba ex-povoado, pela lei estadual nº 2, de 14-09-1891, subordinado ao município de Bonfim.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Brumado do Paraopeba figura no município de Bonfim.

Pela lei estadual nº 622, de 18-09-1914, o distrito de Brumado do Paraopeba tomou o nome de Conceição do Itaguá.

Nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920, o distrito de Conceição do Itaguá, figura no município de Bonfim.

Pela lei estadual nº 843, de 07-09-1923, o distrito de Conceição do Itaguá passou a chamar-se Brumadinho.

Em divisão administrativa referente a 1933, o distrito de Brumadinho (ex-Conceição do Itaguá), figura igualmente no município de Bonfim.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937. Elevado à categoria de município com a denominação de Brumadinho, pelo decreto estadual nº 148, de 17-12-1938, desmembrado dos municípios de Bonfim, Itabirito e Nova Lima. Sede no antigo distrito de Brumadinho. Constituído de 4 distritos: Brumadinho, Aranha e São José do Paraopeba, desmembrado do município de Itabirito e Piedade do Paraopeba desmembrado do município de Nova Lima. Não temos a data de Instalação.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 4 distritos: Brumadinho, Aranha, Piedade do Paraopeba e São José do Paraopeba.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1950.

Pela lei estadual nº 1039, de 12-12-1953, é criado o distrito de Conceição do Itaguá e anexado ao município de Brumadinho.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 5 distritos: Brumadinho, Aranha, Conceição do Itaguá, Piedade do Paraopeba e São José do Paraopeba.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alterações toponímicas distritais

Brumado do Paraopeba para Conceição do Itaguá alterado, pela lei estadual nº 622, de 18-09-1914.

Conceição do Itaguá para Brumadinho alterado, pela lei estadual nº 843, de 07-09-1923.

Fonte: IBGE