Notícias e Informativos

Espaço da Câmara é cedido para assembleia do Ministério Público do Trabalho

  • Fonte: ascom cmb
  • Publicado em: 19/02/2019
  • Assunto: Tragédia

O Plenário da Câmara de Brumadinho foi cedido, nesta quarta-feira, dia 13 de fevereiro, para audiência coletiva entre o Ministério Público do Trabalho, Procuradoria Regional do Trabalho, ambos da 3ª região, Defensoria Pública da União, Previdência Social (INSS), sindicatos e trabalhadores (empregados próprios e terceirizados) e familiares dos trabalhadores afetados pelo rompimento da barragem da Vale. A assembleia abordou questões trabalhistas com o intuito de informar aos interessados providências e exigências que estão sendo adotadas, andamento dos processos judiciais ajuizados, bem como a oitiva dos trabalhadores e familiares para defesa dos direitos e interesses trabalhistas das vítimas.

Os Procuradores do Trabalho que cuidam do caso expuseram as ações que já foram ajuizados pelo órgão para defesa e garantia dos direitos trabalhistas das vítimas, assegurar o pagamento das indenizações, entre outras obrigações, bem como medidas que estão sendo exigidas da mineradora.

Ao final do encontro, uma comissão de parentes de vítimas e trabalhadores foi composta para acompanhar a negociação com a mineradora e fortalecer o canal de comunicação entre os atingidos pelo rompimento da barragem e o poder público.

Os interessados poderão entrar em contato com o Ministério Público do Trabalho da 3ª Região: Rua Bernardo Guimarães, 1615, Funcionários, Belo Horizonte, MG. Telefone (31) 3304-6200 / site: www.prt3.mpt.mp.br. Disque-denúncia: 0800-702-3838 (9h às 17h).

Para mais informações sobre a assembleia, confira as matérias publicadas pelos sites G1 e UOL:  

https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2019/02/14/brumadinho-parentes-de-vitimas-de-rompimento-de-barragem-rejeitam-proposta-feita-pela-vale.ghtml

https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2019/02/14/brumadinho-parentes-de-trabalhadores-mortos-nao-querem-proposta-da-vale.htm